top of page
  • Foto do escritorLeo Salles

OUTUBRO ROSA: ENTENDA A IMPORTÂNCIA DA TECNOLOGIA CONTRA O CÂNCER DE MAMA

As campanhas anuais de conscientização colaboram para que a população entenda a importância da prevenção para evitar problemas na saúde e doenças. A Outubro Rosa é uma das mais expressivas, pois alerta sobre os riscos do câncer de mama.

Conforme informações do INCA – Instituto Nacional do Câncer esse é o segundo mais comum entre as mulheres, com maior risco em pessoas acima dos 40 anos, entretanto, quando detectado no início, existe mais de 90% de chances de cura.

Mas afinal, como a tecnologia tem sido uma aliada contra o câncer de mama? Neste post falamos da importância da campanha, além dos esforços tecnológicos para ajudar nos diagnósticos precoces e nos tratamentos mais modernos. Continue lendo e fique por dentro do assunto!


O que é o Outubro Rosa?

O câncer de mama resulta da multiplicação descontrolada de células anormais que formam nódulos. Nesse processo eles podem se transformar em tumores benignos ou malignos que, de modo geral, são imperceptíveis e indolores.

Quando identificados precocemente e feito um diagnóstico correto, as chances de cura são altas, por isso foi lançada a campanha Outubro Rosa. Trata-se de um período de conscientização maciça, durante todo o mês de outubro, que estimula a prevenção e o autocuidado.

Como não existe uma causa determinada para o câncer de mama, a campanha traz informações sobre os principais fatores de riscos capazes de desencadear e desenvolver a doença, os métodos de prevenção e os tipos de tratamentos.

Entre os principais fatores, estão:

  • alcoolismo;

  • obesidade;

  • tabagismo;

  • sedentarismo;

  • idade avançada;

  • sexo feminino;

  • meio ambiente;

  • hábitos e estilo de vida;

  • fatores genéticos e hereditários;

  • primeira menstruação antes dos 12 anos;

  • pausa da menstruação após os 55 anos – menopausa;

  • uso de terapia de reposição hormonal.

Como a tecnologia tem contribuído para diminuir os casos de câncer de mama?

A campanha Outubro Rosa existe em função do alto volume de casos identificados no Brasil, sendo a taxa de mortalidade ainda assustadora. Só em 2019, o número de óbitos em decorrência do câncer de mama contabilizou mais de 88 mil.

Para ajudar a reduzir essa estatística, a tecnologia na saúde, cada vez mais avançada, oferece recursos para a realização de exames mais detalhados. Eles auxiliam, especialmente, a mamografia, o exame radiológico de rastreamento completo da mama.

Com equipamentos modernos e de última geração, no exame de mamografia é possível identificar até mesmo as pequenas alterações, que muitas vezes não são percebidas no autoexame ou na avaliação clínica realizada pelo médico.

A tecnologia é responsável por aprimorar o rastreamento e facilitar a visualização de sinais característicos do câncer de mama, como:

  • assimetria;

  • nódulo ou caroço;

  • neodensidade;

  • calcificações;

  • secreção na mama;

  • dilatação ductal isolada;

  • distorção arquitetural;

  • alteração dos linfonodos axilares;

  • espessamento com retração da pele.

Como dissemos, um diagnóstico rápido e precoce é decisivo para início imediato do tratamento e assim, aumentar as chances de sobrevidas e cura, caso seja identificado algum dos indícios citados acima.

Para ajudar, a utilização de um sistema como o PACS, sistema de comunicação e arquivamento de imagens, pode acelerar o acesso do médico às imagens do paciente e históricos de exames realizados anteriormente, para uma análise mais completa.

Assim, é possível agilizar a confecção do laudo para que o diagnóstico seja feito e dar continuidade em caso de tratamento. Com a tecnologia online, o médico pode laudar de qualquer lugar que disponha de internet, um ganho de praticidade e eficiência — uma facilidade potencializada pelas iniciativas propostas na Telerradiologia.

Somados aos benefícios das ferramentas para diagnóstico rápido estão tratamentos avançados, a partir das soluções tecnológicas. Da cirurgia robótica às quimioterapias e radioterapias menos invasivas, um paciente de câncer de mama pode contar com boas oportunidades de obter a cura.

A tecnologia ajuda a personalizar o tratamento, direcionando o uso de medicações, os tipos de cirurgias, além da frequência necessária de terapias. O ideal é ter uma rede multidisciplinar de amparo de modo que a paciente se sinta acolhida e motivada ao tratamento.

O objetivo central da Outubro Rosa é fortalecer a conscientização sobre o quão é importante se prevenir, realizar o autoexame e visitar o médico regularmente. Contudo, na pior das hipóteses, em caso de um diagnóstico positivo para o câncer de mama, a tecnologia está pronta para oferecer bons recursos e ajudar no processo de cura.

Por isso, promova a Campanha Outubro Rosa na sua clínica, incentive todos os pacientes com idade acima dos 40 anos ou com algum sinal de fatores de risco a realizarem o exame da mamografia. Publicado por Genesis Tecnologia em 3 de setembro de 2021


43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page